Ainda agora te vi ir embora e eu já te quero de volta. Tornas-te cada vez mais viciante e, em cada pedacinho teu, há sempre uma nova história que desvendo aos poucos, como que saboreando os teus pormenores.