As palavras faltam-me quando é para falar sobre nós. Parece que tudo já foi dito e que depois de tudo isso as palavras bonitas e doces custam a sair pela minha boca trémula. Mas, meu anjo, não te preocupes que o nosso amor continua bonito como no dia que nasceu, ou talvez ainda mais. Ainda me provocas as borboletas e o nervosismo e ainda me derreto com o que me dizes. Por isso, acredito que a nossa história poderá acabar num felizes para sempre que nós vamos criar juntos. Porque eu te amo.