Dois corpos a tocarem-se, cabeças encostadas, uma troca de carinhos constante, mimos como apenas nós sabemos. Foi assim a nossa viagem no comboio ontem. Um amor partilhado tão intensamente por dois indivíduos, sem temerem o mundo. Continua tudo tão bonito como no primeiro mês que passamos a amar, mas cada vez melhor, porque aquilo que sei hoje sobre ti, sobre nós, é o tesouro que eu guardo com tanto cuidado no meu coração. Nos primeiros meses era uma paixão. Agora é um amor.