Sou imprevisível para o mundo que me rodeia. Ninguém conhece os meus caprichos momentâneos e, maior parte das vezes, preferem se manter na 'ignorância' em vez de saber como me conhecer - outras vezes tentam e não conseguem. Mas tu tens uma maneira de me desvendar que me arrepia. Sabes de cor os meus medos e tiras-me da minha zona de conforto. Obrigas-me a descobrir mais sobre mim. E por isso é que me dedico tanto a nós, porque me deste a conhecer sombras do meu ser que achava serem inexistentes.