Já não preciso de mapas nem nunca precisei de viagens longas. As estradas tornam-se a cada dia que passa um ritual de passagem. Sei de cor os traços da paisagem que me circunda a cada instante do meu percurso. Sei de cor o cheiro de cada árvores. Sei de cor os barulhos dos pequenos e numerosos pássaros e das plantas que esvoaçam com o vento primaveril. Sei de cor tudo isto porque sei de cor o caminho que faço para ir ter contigo.