Deixa-me que te diga meu amor, que estar no sofá, sem luzes ligadas, lado a lado contigo, a ver um filme de terror, amarrados os dois à almofada, .. deixa-me com o coração a arrebentar. Nunca fui rapariga de ver filmes de terror, e agora percebo porquê. Mas se voltava a repetir? Desde que estivesses do meu lado, repetia tudo outra vez.