Vê as minhas mãos. Vê como são frágeis e finas, suaves e fracas. Sente-as. Sente os meus pulsos e a minha fraca pulsação. Repara como os meus braços são femininos ao lados dos teus. Vê o meu peito calmamente a respirar. (Enche, esvazia, enche, esvazia). A respiração vai calma e demorosa. Agora junta o teu corpo ao meu. Sente o meu coração a pulsar junto ao teu peito. Se não o consegues sentir, junta-te um pouco mais a mim. Cola corpo no corpo. Sente o meu corpo a ficar fortalecido pelo amor que me transmites e pelos carinhos que me dás. Repara na velocidade que se apoderou da minha respiração. Vê como ficam perfeitas agora as minhas mãos quando se encontram entrelaçadas com as tuas. (Espaço perfeitamente preenchido). Vê as alterações que o meu corpo atravessa por te sentir ali tão perto de mim. Agora beija-me amor, beija-me e deixa-te levar. Deixa-te levar comigo.