É inevitável. Não consigo resistir ao toque das tuas mãos a passar pela minha face. Beijas-me a testa suavemente enquanto eu fecho os olhos. Temos momentos tão nossos. E a verdade é que não mudaria nenhum deles. A noção do tempo perde-se quando estou contigo. O meu sorriso exalta-se perto de ti. É inevitável. Nem eu nem tu fomos alguma vez tão felizes. O nosso momento chegou, o momento de sermos completos por outro alguém, de sermos amados. Chegou sem avisar, no momento certo da minha vida. Da tua. Da nossa.