Não vale a pena continuar afinal. Palavras frias foram pronunciadas por ti (e por mim talvez). Uma profunda desilusão habita em mim neste momento. Não quero falar com ninguém. Não quero ver ninguém. Fecho-me no quarto a pensar o quão inocente fui por pensar que, depois de tudo, sobreviveriamos. Não te odeio. Mas a verdade é que também já não te amo afinal, porque as réstias de amor que sentia por ti partiram-se nos frágeis cacos que vês no meu coração. Acabou.