Podemos ter os nossos arrufos. Podemos até ficar magoadas uma com a outra. Mas a verdade é que és tu quem me deu a minha vida e, por essa razão, eu estou te eternamente grata. Temos feitios iguais e, por isso, são às vezes incompatíveis. Mas eu sei que me amas como sou, apesar de tudo. E eu não mudaria nada! Sei que por vezes sou terrível, mas também se não o fosse o dia-a-dia tornaria-se monótono, ora diz lá!
  Mas hoje fazes anos e metemos isso tudo de lado. São pormenores insignificantes da rotina. Quero puder dizer-te parabéns por muitos mais anos, logo de manhãzinha e tu ainda na cama, como aconteceu hoje.
  Eu amo-te mãe. Posso não o mostrar muitas vezes, mas juro que amo. Parabéns.