Momentos excêntricos inalcançáveis.
  Tive uma enorme vontade de voar hoje. Puder tocar o céu e de sentir o pulsar do meu coração mais forte e longe da rotina. Quotidiano repetitivo. Esta enorme vontade de me tornar na ave que escondo dentro de mim tomou-me como se nada fosse hoje. Não, não digo isto porque estou farta da minha vida. Não, não digo isto porque estou com lágrimas no peito por expulsar. É apenas uma vontade súbdita de puder viver uma excentridade momentânea. Sentir a adrenalina pelo meu ser e viver apenas o momento, sendo quem sou e não o quadro que os outros pintam de mim. Não preciso de ser perfeita, apenas verdadeira. São momentos que todos vivemos e passamos e que hoje apenas fui vítima de um desejo mal tido, impossível de concretizar.